domingo, 15 de novembro de 2009

Sobre a Capa da "The Economist" (Cristo Redentor subindo como um foguete)

Comentário original postado em:
Enquanto isso Hollywood diz que o mundo termina em 2012, mostrando o Rio sendo destruído. Tempos confusos estes da era digital. Vou aguardar que o Lula se pronuncie em analógico.

A "The Economist" não precisava exagerar, se com ele aqui a coisa está difícial, imagine se ele subir de volta...

Um comentário:

(Carlos Soares) disse...

Sempre bom vir aqui, caro Armando.Certeza de bons textos. Um abraço